Entenda as vantagens da injeção eletrônica e saiba como deve ser utilizada

Passo a passo: teste de sistema de injeção eletrônica

Entenda as vantagens da injeção eletrônica e saiba como deve ser utilizada

Ter um carro é o sonho de muitas pessoas, principalmente dos jovens que completam 18 anos e tiram a carteira. Mas, muitas vezes a emoção acaba fazendo com que o motorista se esqueça de realizar os procedimentos básicos para garantir a maior durabilidade do seu Fiat Palio e que não ocasione problemas na estrada ou na cidade.

Com o passar dos anos o setor automobilístico foi crescendo e adquirindo novas tecnologias, que hoje fazem parte do dia a dia dos profissionais que atuam na área em oficinas ou concessionárias. Mas, não é só para as empresas que elas trouxeram uma série de benefícios, os motoristas também sentiram essa mudança no mercado de veículos.

A injeção eletrônica ainda é uma ferramenta nova no setor de automóveis, mas que, com certeza, chegou para facilitar muito a vida dos motoristas. Apesar de ser uma tecnologia cada vez mais utilizada pelas montadoras, algumas pessoas ainda tem dúvidas sobre como ela pode ajudar no desempenho do seu carro e quais vantagens que ele proporciona. Continue lendo o artigo e entenda o que é injeção eletrônica e como ela funciona.

O que é injeção eletrônica?

Antes de realizar a injeção eletrônica é necessário entender como ela funciona e como deve ser utilizada. Por isso, separamos algumas dicas que vão ajudar a melhorar o rendimento do motor do seu carro. Sim, ele tem como objetivo principal deixar o motor mais econômico e, consequentemente, aumentar o desempenho.

Mas para que isso seja possível é preciso que seja injetada uma combinação ideal de ar e combustível em todas as faixas de rotação. Assim, é permitido ter mais controle da marcha lenta, do tempo de ignição e do comando das válvulas. Lembrando, que esse procedimento deve ser realizado com muita segurança e atenção para evitar que ele possa trazer problemas inesperados para o carro.

Quais são as vantagens?

Conhecer as vantagens da injeção eletrônica é muito importante, pois assim será mais fácil entender como ele pode melhorar a rotina do dia a dia do seu carro, seja para ir trabalhar ou para pegar seu Chevrolet Onix e viajar com a família no final de semana. Algumas das principais são:

  • Economia de combustível;
  • Eliminação;
  • Redução da emissão de gases;
  • Controle do ponto de ignição;
  • Controle da marcha lenta.

Todas essas vantagens que foram citadas devem ser levadas em consideração no momento de escolher o modelo de carro que será comprado, qualquer detalhe pode mudar o desempenho. É indicado que seja consultado um profissional experiente e que entenda sobre a injeção eletrônica, também é valido perguntar para familiares e conhecidos que já realizaram o teste, pois assim será mais fácil identificar como proceder e o que não é indicado que seja realizado no seu veículo. Consultar o manual do carro pode ajudar muito no procedimento, basta ler com atenção e não deixar nenhum detalhe passar despercebido. Continue lendo e entenda o passo a passo do teste de injeção eletrônica.

Passo a passo para o teste de injeção eletrônica

Entender e dominar as habilidades da injeção eletrônica é muito importante para os profissionais da área. Confira a seguir o passo a passo de como deve ser realizado o teste:

Em primeiro lugar é necessário verificar os sintomas apresentados, uma vez que qualquer problema que interfere na injeção eletrônica pode afetar o funcionamento do carro. Entre os principais estragos que ele pode causar encontra-se perda de potência, aceleração irregular e aumento considerável de combustível, além da liberação constante de poluentes. Orientar os motoristas sempre é a melhor opção, é importante que seja sempre destacada a importância da verificação quando a luz da injeção eletrônica acender no painel já que isso pode evitar problemas futuros.

Em segundo lugar, é preciso separar as ferramentas que serão utilizadas, deixando o local organizado para realizar o serviço. Existem algumas ferramentas que não podem faltar, o scanner, o multímetro, osciloscópio e manômetro. É importante ressaltar que cada uma possui seu papel durante o serviço. O scanner vai ser peça fundamental para o concerto de sistemas de injeção eletrônica, passando o diagnóstico completo.

Em terceiro lugar deve ser feito o teste dos sensores do sistema de injeção eletrônica. Eles estão localizados em diversos pontos do motor e são responsáveis por analisar o seu funcionamento, sempre de forma detalhada. Essa informação é enviada para o módulo de controle, sendo o principal ponto de partida para o funcionamento adequado do sistema. Para realizar o teste é necessário que seja retirado o sensor e verificado se existe continuidade da corrente elétrica nos fios, isso pode ser feito com um multímetro;

Em quarto lugar é preciso que seja feito o teste dos atuadores, eles recebem as informações do módulo de controle e são responsáveis pela alimentação e queima do combustível no motor. O teste deve ser realizado seguindo a mesma logica que o do sensor, fazendo a verificação adequada da continuidade e da resistência do componente.

Por último, mas não menos importante, deve ser feito o teste da umidade de controle. É considerado por vários especialistas da área o cérebro da injeção eletrônica, uma vez que é responsável pelo controle dos demais componentes do sistema. Esta etapa do teste somente é realizada com um scanner, já que é com ele que podem ser verificados os dados de funcionamento e aonde os reparos devem ser feitos.

É indispensável à atualização constante dos profissionais que trabalham com está área, pois todos os anos os procedimentos podem sofrer alterações. É fundamental utilizar equipamentos e ferramentas de alta qualidade e desempenho, já que tudo isso influencia no resultado final dos testes seja em carros mais antigos ou em modelos mais modernos como é o caso do Prisma novo.

Este artigo ajudou a esclarecer todas suas dúvidas sobre injeção eletrônica? Então, continue acompanhando nossas postagens e entenda como as novas tecnologias estão mudando o mercado automobilístico. Compartilhe nosso texto em suas redes sociais para que mais pessoas saibam como funciona a injeção eletrônica de um carro!

Mercedes Fórmula 1 – 2017

O renascimento da sua tradição de Fórmula 1 pela criação de uma equipe de trabalhos para o campeonato de 2010 foi também a plataforma para uma meteórica ascensão na ordem do Grande Prêmio de Fórmula 1.

A equipe tinha gerado uma enorme emoção ao garantir o retorno sensacional de Michael Schumacher, mas as manchetes começaram a seguir o rumo: três pódios chegaram na sua temporada de estréia, todos via Nico Rosberg – que depois reivindicou um grande avanço na China em 2012.

Na temporada seguinte, ele se junta com Lewis Hamilton, proporcionando algumas batalhas épicas valendo o título Mundial. A Mercedes varreu todos antes de se tornar uma das forças mais dominantes da era moderna F1

Mercedes 2017 – Fórmula 1

Nome completo da equipe Mercedes AMG Petronas F1 Team
Base Brackley, Reino Unido
Chefe da equipe Toto Wolff
Chefe Técnico James Allison
Chassis F1 W08 EQ Potência +
Unidade de energia Mercedes
Primeira entrada da equipe 1970
Campeonatos mundiais 3
Final de corrida em primeiro lugar 1 (x56)
Posições de Póli 68
Voltas mais rápidas 40

Carros Fórmula 1 2017

Carros F1 2017 – Confira todos os carros de Fórmula 1 de 2017! Novos modelos apresentados para a temporada de 2017. Qual carro de Fórmula 1 você prefere? Qual te chama mais a atenção? avalie os modelos apresentados para a temporada!

Ferrari 2017:

Ferrari 2017 – Fórmula 1

Mercedes 2017:

Mercedes 2017 – Fórmula 1

Red Bull Racing 2017:

Red Bull Racing 2017 – Fórmula 1

Force India 2017:

Force India 2017 – Fórmula 1

Williams 2017:

Williams 2017 – Fórmula 1

Toro Rosso 2017:

Toro Rosso 2017 – Fórmula 1

Haas 2017:

Hass 2017 – Fórmula 1

Renault 2017:

Renault 2017 – Fórmula 1

Sauber 2017:

Sauber 2017 – Fórmula 1

McLaren 2017:

McLaren 2017 – Fórmula 1

Todos os carros f1 2017, este ano alguma equipes inovaram em seus modelos, utilizando cores diferentes das habituais, o que deixou muito interessante os novos carros.

Começando pela Ferrari, que colocou um pouco mais de branco em seu modelo, deixando de lado o tradicional “todo vermelho”. A equipe Force India inovou bastante ao apresentar seu modelo na cor rosa, se destacando bastante dos demais veículos,

A equipe Renault fez uma composição de amarelo com preto muito interessante no seu carro, deixando-o muito bonito e inovador.

A McLaren Dark, lembra bastante o antigo Lottus pilotado por Ayrton Senna nos anos 80.

Então, qual carro para você é o mais bonito? Comente aí!

Ferrari Fórmula 1 – 2017

Para muitos, a Ferrari e a Fórmula 1 se tornaram inseparáveis. A única equipe a ter competido em cada temporada na história da F1, o cavalo Prancing cresceu a partir do sonho humilde do fundador Enzo Ferrari para se tornar uma das marcas mais emblemáticas e reconhecidas no mundo.

O sucesso veio rapidamente através de Alberto Ascari e de John Surtees, e continuou, dentro entre tempos mais magros, com Niki Lauda nos 1970s e então com Michael Schumacher nos 2000s, quando Ferrari conquistou cinco títulos sem precedentes do campeonato, assegurando seu status como a Equipe mais bem sucedida e decorada na história da Fórmula 1.

Ferrari 2017 – Fórmula 1

Nome completo da equipe Scuderia Ferrari
Base Maranello, Itália
Chefe da equipe Maurizio Arrivabene
Chefe Técnico Mattia Binotto
Chassis SF70H
Unidade de energia Ferrari
Primeira entrada da equipe 1950
Campeonatos mundiais 16
Final de corrida em primeiro lugar 1 (x227)
Posições de Póli 201
Voltas mais rápidas 237

Fórmula 1 – Grande Prêmio do Bahrein 2017 – Resultado

Sakhir – O melhor início da temporada para a Ferrari desde 2008

Sebastian Vettel entrou no fim de semana do Bahrein dividindo a liderança do campeonato com Lewis Hamilton. Ele sai com tudo para si mesmo …

Sebastian Vettel – Vitória Bahrein

  • A vitória de Sebastian Vettel foi o seu terceiro no Bahrein, ea 44 ª vitória de sua carreira. O único outro piloto com três triunfos no Barém é Fernando Alonso.
  • É a primeira vez que a Ferrari venceu duas das três primeiras corridas para começar uma temporada desde 2008, quando Kimi Raikkonen e Felipe Massa foram todos vitoriosos.
  • A última vez que um único piloto da Ferrari venceu duas das três corridas de abertura foi Michael Schumacher todo o caminho de volta em 2004. A única outra vez que Vettel venceu duas das três primeiras rodadas foi em 2011 – sua segunda campanha vencedora do título.
  • Ao terminar em segundo lugar, Lewis Hamilton ultrapassou Alain Prost para a guarda exclusiva do segundo lugar na lista de pódio de todos os tempos. O britânico agora está em um rostro de F1 107 vezes – embora ele ainda está cerca de 48 curto de Michael Schumacher do recorde.
  • Hamilton também está em uma corrida de oito pódios consecutivos termina, que remonta ao Japão no ano passado. Ele vai ter que marcar tantos novamente para igualar o seu próprio recorde pessoal – e outros 11 para coincidir com o recorde de Michael Schumacher de todos os tempos de 19.
  • Um dia depois de se tornar o quinto finlandês a conquistar a pole na F1 (depois de Keke Rosberg, Mika Hakkinen, Kimi Raikkonen e Heikki Kovalainen), Valtteri Bottas marcou o seu 11º pódio – e o seu primeiro no Bahrein. Bottas agora tem tantos acabamentos como Jarno Trulli, Chris Amon e Patrick Tambay.
  • Kimi Raikkonen não conseguiu somar ao seu recorde oito pódios no Bahrein. É apenas a segunda vez nos últimos seis anos que ele não está na tribuna em Sakhir.
  • A forma indiferente de Red Bull em Bahrain continuou, com Daniel Ricciardo seu único finisher em quinto lugar. A equipe de Milton Keynes não está no pódio em Sakhir desde 2013.
  • Felipe Massa continuou mostrando por que Williams estava tão interessado em sair da aposentadoria quando terminou sexto pela segunda vez em três corridas.
  • Williams precisa muito do brasileiro para continuar marcando porque Lance Stroll ainda está aguardando seu primeiro resultado na F1. O canadense se aposentou dos três Grandes Prêmios até agora nesta temporada, registrando apenas 52 voltas de corrida – quatro menos do que Pascal Wehrlein, que perdeu as duas rodadas de abertura …
  • Falando em Wehrlein, o 11º lugar representa o seu segundo melhor resultado na F1, o alemão derrotado à décima posição pelo ex-companheiro de equipa Esteban Ocon, que terminou no último ponto marcando pontos pela terceira corrida seguida.
  • O companheiro de equipe do Ocon, Sergio Perez, terminou em sétimo lugar, estendendo sua própria pontuação para 13 corridas consecutivas – a maior corrida de qualquer piloto na grelha.
  • O sucesso de Perez e Ocon significa que Force India continua a ser a única equipe além de Ferrari e Mercedes para conseguir ambos os carros para casa nos pontos em cada corrida.
  • Romain Grosjean conquistou os primeiros pontos da temporada quando terminou em oitavo lugar – a mesma posição que o companheiro de equipe da Haas, Kevin Magnussen, terminou na China. Nico Hulkenberg também marcou seus primeiros pontos (e Renault) em 2017 como ele veio casa nona.
  • A forma miserável de McLaren continuou como uma questão de unidade de poder impediu Stoffel Vandoorne de tomar o início. Esse é o terceiro ano consecutivo em que a corrida começou sem um conjunto completo de carros na grade.
  • Fernando Alonso, entretanto, não conseguiu ver a bandeira xadrez para a terceira corrida em uma fileira, embora o espanhol fez completar voltas para ser classificado em 14 º. Será que o campeão mundial duplo finalmente chegar ao final da corrida na Rússia?