Tabela Fipe

Tabela fipe – Confira o valor de referencia do seu veículo.

A Tabela Fipe de carros e motos expressa preços médios dos veículos anunciados pelos vendedores, no mercado nacional.

Este valor serve apenas para que as pessoas tenham um parâmetro do preço do seu veículo para negociações de compra e venda de veículos ou em avaliações dos mesmos.

Esta referencia não leva em consideração o estado do veículo. Apenas é levado em consideração o ano do modelo.

Este levantamento é feito pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas do Brasil.

Entenda as vantagens da injeção eletrônica e saiba como deve ser utilizada

Passo a passo: teste de sistema de injeção eletrônica

Entenda as vantagens da injeção eletrônica e saiba como deve ser utilizada

Ter um carro é o sonho de muitas pessoas, principalmente dos jovens que completam 18 anos e tiram a carteira. Mas, muitas vezes a emoção acaba fazendo com que o motorista se esqueça de realizar os procedimentos básicos para garantir a maior durabilidade do seu Fiat Palio e que não ocasione problemas na estrada ou na cidade.

Com o passar dos anos o setor automobilístico foi crescendo e adquirindo novas tecnologias, que hoje fazem parte do dia a dia dos profissionais que atuam na área em oficinas ou concessionárias. Mas, não é só para as empresas que elas trouxeram uma série de benefícios, os motoristas também sentiram essa mudança no mercado de veículos.

A injeção eletrônica ainda é uma ferramenta nova no setor de automóveis, mas que, com certeza, chegou para facilitar muito a vida dos motoristas. Apesar de ser uma tecnologia cada vez mais utilizada pelas montadoras, algumas pessoas ainda tem dúvidas sobre como ela pode ajudar no desempenho do seu carro e quais vantagens que ele proporciona. Continue lendo o artigo e entenda o que é injeção eletrônica e como ela funciona.

O que é injeção eletrônica?

Antes de realizar a injeção eletrônica é necessário entender como ela funciona e como deve ser utilizada. Por isso, separamos algumas dicas que vão ajudar a melhorar o rendimento do motor do seu carro. Sim, ele tem como objetivo principal deixar o motor mais econômico e, consequentemente, aumentar o desempenho.

Mas para que isso seja possível é preciso que seja injetada uma combinação ideal de ar e combustível em todas as faixas de rotação. Assim, é permitido ter mais controle da marcha lenta, do tempo de ignição e do comando das válvulas. Lembrando, que esse procedimento deve ser realizado com muita segurança e atenção para evitar que ele possa trazer problemas inesperados para o carro.

Quais são as vantagens?

Conhecer as vantagens da injeção eletrônica é muito importante, pois assim será mais fácil entender como ele pode melhorar a rotina do dia a dia do seu carro, seja para ir trabalhar ou para pegar seu Chevrolet Onix e viajar com a família no final de semana. Algumas das principais são:

  • Economia de combustível;
  • Eliminação;
  • Redução da emissão de gases;
  • Controle do ponto de ignição;
  • Controle da marcha lenta.

Todas essas vantagens que foram citadas devem ser levadas em consideração no momento de escolher o modelo de carro que será comprado, qualquer detalhe pode mudar o desempenho. É indicado que seja consultado um profissional experiente e que entenda sobre a injeção eletrônica, também é valido perguntar para familiares e conhecidos que já realizaram o teste, pois assim será mais fácil identificar como proceder e o que não é indicado que seja realizado no seu veículo. Consultar o manual do carro pode ajudar muito no procedimento, basta ler com atenção e não deixar nenhum detalhe passar despercebido. Continue lendo e entenda o passo a passo do teste de injeção eletrônica.

Passo a passo para o teste de injeção eletrônica

Entender e dominar as habilidades da injeção eletrônica é muito importante para os profissionais da área. Confira a seguir o passo a passo de como deve ser realizado o teste:

Em primeiro lugar é necessário verificar os sintomas apresentados, uma vez que qualquer problema que interfere na injeção eletrônica pode afetar o funcionamento do carro. Entre os principais estragos que ele pode causar encontra-se perda de potência, aceleração irregular e aumento considerável de combustível, além da liberação constante de poluentes. Orientar os motoristas sempre é a melhor opção, é importante que seja sempre destacada a importância da verificação quando a luz da injeção eletrônica acender no painel já que isso pode evitar problemas futuros.

Em segundo lugar, é preciso separar as ferramentas que serão utilizadas, deixando o local organizado para realizar o serviço. Existem algumas ferramentas que não podem faltar, o scanner, o multímetro, osciloscópio e manômetro. É importante ressaltar que cada uma possui seu papel durante o serviço. O scanner vai ser peça fundamental para o concerto de sistemas de injeção eletrônica, passando o diagnóstico completo.

Em terceiro lugar deve ser feito o teste dos sensores do sistema de injeção eletrônica. Eles estão localizados em diversos pontos do motor e são responsáveis por analisar o seu funcionamento, sempre de forma detalhada. Essa informação é enviada para o módulo de controle, sendo o principal ponto de partida para o funcionamento adequado do sistema. Para realizar o teste é necessário que seja retirado o sensor e verificado se existe continuidade da corrente elétrica nos fios, isso pode ser feito com um multímetro;

Em quarto lugar é preciso que seja feito o teste dos atuadores, eles recebem as informações do módulo de controle e são responsáveis pela alimentação e queima do combustível no motor. O teste deve ser realizado seguindo a mesma logica que o do sensor, fazendo a verificação adequada da continuidade e da resistência do componente.

Por último, mas não menos importante, deve ser feito o teste da umidade de controle. É considerado por vários especialistas da área o cérebro da injeção eletrônica, uma vez que é responsável pelo controle dos demais componentes do sistema. Esta etapa do teste somente é realizada com um scanner, já que é com ele que podem ser verificados os dados de funcionamento e aonde os reparos devem ser feitos.

É indispensável à atualização constante dos profissionais que trabalham com está área, pois todos os anos os procedimentos podem sofrer alterações. É fundamental utilizar equipamentos e ferramentas de alta qualidade e desempenho, já que tudo isso influencia no resultado final dos testes seja em carros mais antigos ou em modelos mais modernos como é o caso do Prisma novo.

Este artigo ajudou a esclarecer todas suas dúvidas sobre injeção eletrônica? Então, continue acompanhando nossas postagens e entenda como as novas tecnologias estão mudando o mercado automobilístico. Compartilhe nosso texto em suas redes sociais para que mais pessoas saibam como funciona a injeção eletrônica de um carro!

Saída ou permanência? As projeções da Ferrari na F1 em 2018

Muito se discute sobre a permanência ou a saída da Ferrari da divisão de elite do automobilismo mundial, a Fórmula 1, em 2018. Embora esteja colecionando algumas derrotas que não fazem parte de seu perfil vencedor há cerca de uma década, a tendência é que a escuderia continue se reforçando para que hajam melhores resultados na nova temporada. Deixar a competição, porém, não é assunto descartado.

F1 – Ferrari 2018

Em defesa da permanência, existem alguns fatores importantes a serem levados em consideração: a história que a marca consolidou no mercado não somente na elite do automobilismo, mas também no comércio de automóveis mundiais, o forte apelo emocional que a Ferrari ainda consegue causar nos fãs do automobilismo e, sobretudo, o poderio financeiro – que está diretamente atrelado com a possibilidade da entidade estabelecer parcerias positivas para se manter na disputa da Fórmula 1.

Por outro lado, alguns acontecimentos recentes indicam que há, sem sombra de dúvidas, a hipótese da escuderia deixar a Fórmula 1 a partir do ano que vem. Talvez o principal deles seja o anúncio preliminar da desistência do patrocínio que o Banco Santander oferece não somente para a equipe, mas sim para toda a competição da F1 em si.

Rumores da imprensa internacional apontam que, se isto vier a se confirmar, a permanência da equipe italiana na principal modalidade do automobilismo mundial ficará insustentável – quando também podem passar a pesar os maus resultados conseguidos recentemente.

Mesmo sem troféu, a Ferrari melhorou nos últimos anos

Tecnicamente, é preciso considerar em muito o crescimento da Ferrari nos últimos anos enquanto uma das principais marcas representadas na Fórmula 1. Ao se debruçarem sobre um projeto pronto de 2016 e formatarem um carro bastante competitivo em 2017, os engenheiros da escuderia foram além das expectativas e deram conta do recado em uma temporada que teria, em tese, tudo para ser pior do que realmente foi.

A tendência é a de que os mesmos – e positivos – trabalhos alcancem resultados ainda mais satisfatórios em 2018 se a empresa italiana decidir pela permanência no torneio. Com pneus mais resistentes e melhoras na potência do carro é possível, sim, que a escuderia conquiste vôos maiores na próxima temporada.

Prova disso são os resultados conquistados na última temporada. Embora poucas pessoas acreditassem na briga da Ferrari pelo título, o alemão Sebastian Vettel surpreendeu e terminou a competição no 2º lugar (o campeão da edição foi Lewis Hamilton, da Mercedes). Ou seja, se as estruturas forem mantidas e, sobretudo, melhoradas para 2018, a tendência é que a equipe italiana brigue, sim, por mais troféus no ano que vem.

História

O primeiro título mundial de Fórmula 1 conquistado pela Ferrari aconteceu em 1952 e, nesta que foi a terceira edição da competição, o italiano Alberto Ascari era o piloto da escuderia. O último troféu como 1º colocado no ranking geral, por outro lado, foi conquistado há dez anos, em 2017, por Kimi Raikkonen. Houveram outros títulos neste intervalo de tempo (com destaque para o pentacampeonato de Michael Shumacher de 2000 a 2005) e é por estas conquistas que a escuderia quer e necessita manter sua história viva na divisão de elite do automobilismo mundial.

Além disso, o rótulo de ser a equipe mais antiga em atividade na categoria não pode e nem deve ser desperdiçado apenas por um mau momento. Ao todo, a Ferrari já conquistou 15 Campeonatos Mundiais de Pilotos, 16 Campeonatos Mundiais de Construtores e mais de 200 vitórias em Grandes Prêmios. Com recordes quebrados em boa parte destas conquistas, a entidade já se reergueu em outros diferentes momentos de sua rica história.

Fim do patrocínio

Se o final da parceria com o Banco Santander acontecer em vias de fato, os carros e macacões da Ferrari deixarão de levar a logomarca da empresa. Mais do que isso, 40 milhões de euros (o que representa cerca de 154 milhões de reais) deixariam de adentrar os cofres da escuderia, o que significaria uma perda relevante mesmo que para uma das equipes de maior tradição na Fórmula 1.

Vale lembrar que o patrocínio do Banco Santander atualmente se dá não somente para com a Ferrari, mas também na divulgação das corridas da Fórmula 1 como um todo. Para este segundo trabalho, a empresa investe R$ 38 milhões em patrocínio. Por intermédio de Fernando Alonso, ex-piloto da Ferrari, a parceria entre as empresas começou a valer a partir de 2010, mas, por questões contratuais, pode ser que a mesma seja desfeita para a próxima temporada, embora exista uma pequena possibilidade do Santander ser uma espécie de “patrocinador secundário” da equipe.

Os rumos para 2018

Caso não desista de continuar a ser uma das protagonistas na Fórmula 1 em 2018, a Ferrari buscará encurtar a diferença para as principais escuderias da modalidade (Mercedes e Red Bull Racing/RBR), que, juntas, somam os últimos oito títulos da modalidade. O britânico Lewis Hamilton é o atual campeão, com o alemão Sebastian Vettel sendo tetracampeão entre 2010 e 2013.

Por fim, a certeza de estar no caminho certo (vide os resultados da última temporada) devem dar o gás necessário para que a equipe se reerga e, mais do que isso, conquiste novos títulos nos próximos anos. Com a renovação da equipe de engenheiros e a tradição que somente a Ferrari é capaz de oferecer na modalidade, é possível formatar uma integração única e perfeita em torno de mais troféus a partir de 2018.

Hyundai Creta

Superar expectativas parece não ser um problema para o Hyundai Creta. No último mês de novembro, o modelo ultrapassou o Honda HR-V e se consolidou como o SUV mais vendido do país, indo além das projeções da própria Hyundai para o ano de 2017.

Mesmo com o feito, a fabricante sul-coreana não pretende estagnar seus desejos para as últimas três semanas do ano – a Hyundai possui uma meta de chegar aos mais de 40 mil Cretas comercializados no Brasil.

Hyundai Creta

Ao atingir esta valiosa marca, o Hyundai Creta, pelo acumulado do segundo ano consecutivo, aparenta se consolidar na vice-liderança entre os veículos mais vendidos deste segmento no país, abrindo uma larga vantagem para o Jeep Renegade, um dos modelos mais comercializados pela fabricante norte-americana.

Mesmo que com uma ligeira recuperação financeira do Brasil, o que interfere diretamente no poder de compra do consumidor, o feito alcançado pelo Hyundai Creta é para ser comemorado com louvor.

O que contribui de maneira destacada para esta conquista é o fato dos modelos da linha Prestige serem os mais comercializados no período. Trata-se de modelos com valor acima dos R$ 100 mil e que representam mais de 40% das receitas da fabricante no país.

Por conta de todas estas características, listamos três motivos que consolidaram o Hyundai Creta como uma referência nas vendas dos SUVs neste final de ano. Confira:

Desempenho

Ser econômico nas estradas e ter um desempenho quantitativo e qualitativo fazem com que os modelos do Hyundai Creta (todos eles, com ênfase nos com motor 2.0 e 16V, como é o caso dos próprios modelos da linha Prestige) chamem a atenção dos usuários que ainda estão em dúvida sobre qual SUV escolher para o final deste ano e o início de 2018.

Com um motor de alta potência, o veículo chega a fazer 13 quilômetros com um litro nas rodovias do país. Mais do que isso, a imponência registrada nas ultrapassagens – bem como suas funções de luminosidade noturna – fazem com os modelos se destaquem da concorrência de maneira impactante.

As opções disponíveis com rodas de liga leve e controle de tração auxiliam o desempenho do Creta em situações de imprevistos – como chuvas noturnas, períodos de neblina ou eventuais deslizamentos d’água ou de terra nas rodovias.

O fato de ser um carro “alto” também colabora para que este desempenho seja cada vez mais otimizado, tanto nas estradas, como também nas cidades.

Mídia funcional

Uma das principais reclamações dos usuários que adquiriram outros SUVs nos últimos anos trata das mídias complicadas e pouco funcionais que perceberam no momento de pós-compra dos veículos. Com o Hyundai Creta, o feedback da maioria dos motoristas tem sido diferente.

O kit multimídia original que permite a transmissão da tela do celular no painel eletrônico é um dos maiores destaques que brilham os olhos dos consumidores apaixonados por SUVs.

Praticidade, conforto e funcionalidade caminham lado a lado de maneira a melhorar, de maneira intensa, o dia a dia do motorista nas estradas ou no cenáario urbano.

Os demais equipamentos originais de fábrica consistem no aparelho de som – que normalmente é incluso no pacote de qualquer modelo – e o resfriamento do banco que realmente funciona.

Dentre outras vantagens, a mídia funcional proposta pelo Hyundai Creta visa otimizar o tempo em que os usários se encontram dentro do veículo para as tarefas do dia a dia.

Hyundai Creta Painel

Conforto e elegância

Diversos são os fatores que podem ser exemplificados na garantia do conforto e da elegância ao escolher um Hyundai Creta.

Poderíamos falar do ar-condicionado automático, dos 6 air-bags que compõem o veículo ou, até mesmo, da alta capacidade de desempenho e economia que somente este SUV é capaz de protagonizar. Mas o charme e a imponência do veículo são situações que falam por si só.

Estabilidade, acabamento, espaços internos, visibilidade e facilidade de operação/direção são os primeiros pontos a marcarem presença no Creta quando o tema conforto e elegância é trazido à tona.

Típico dos SUVs com motor 2.0, o conforto é sentido assim que o usuário adentra o interior do veículo e segue sua rota.

Na prática, também existem opções com banco de couro, o que chama ainda mais a atenção dos apaixonados por marcas em vertiginoso crescimento, como é o caso da Hyundai, e confere uma elegância ainda mais vasta tanto para o interior, como para o ambiente externo ao automóvel.

O design moderno termina por representar o que o Creta tem de melhor: sua elegância. E ela está diretamente ligada com a capacidade silenciosa do veículo, que, além de ser alto (dificilmente raspa o chassi ou qualquer outro elemento mecânico do veículo), também possui diversas funções de benefícios práticos ao motorista, como por exemplo a troca leve entre marchas, que gera um extenso prazer ao dirigir um veículo tão impactante.

Uma boa escolha!

Por essas e outras características, optar pelo Hyundai Creta pode ser um acerto ainda em 2017 – no mais tardar, início do próximo ano.

Lançado recentemente, o veículo continua com características promissoras para os futuros de curto e longo prazo, fazendo com que o carro não perca valor de mercado nos próximos tempos.

Quanto ao investimento, existem modelos que circundam a casa dos R$ 80 mil e, outros, como os da linha Prestige, que ultrapassam a marca dos R$ 100 mil.

Todos eles são capazes de oferecer conforto, comodidade e, sobretudo, segurança aos usuários. As demais condições falam por si só. Não restam dúvidas de que optar pelo Creta é um acerto e tanto para os apaixonados por direção sob quatro rodas.

Carros 3

Carros 3 – Filme 2017 – Trailer – O grande campeão, Relâmpago McQueen, agora veterano, participa da aventura mais difícil de sua carreira.

Carros 3 – Mais uma vez, o grande campeão, Relâmpago McQueen, esta envolvido em eletrizantes disputas nas pistas. Porém o campeão acabou forçando de mais o carro e acabou perdendo o controle. Após capotar por varias vezes, o grande campeão quase teve que largar as pistas. Após o acidente, sua vida muda para sempre e talvez ele tenha que se aposentar de vez.

Carros 3 – Relâmpago McQueen

O filme tem como foco o grande campeão Relâmpago McQueen, que agora é um piloto veterano experiente que participa de corridas por toda a América com sua nova treinadora Cruz Ramirez. Criando disputas acirradas com seu novo rival das pistas o Jackson Storm. O filme também conta com o retorno de Mate, Sally e Ramon.

Com a chegada da nova geração de corredores incrivelmente rápidos, o grande campeão Relâmpago McQueen sofre um acidente e é afastado do esporte que tanto ama. Ele fica muito frustado com a ideia de ter que se aposentar das pistas, mas conta com a ajuda de sua nova treinadora, Cruz Ramirez, para que isso não aconteça.

A nova treinadora tem em mente um grande plano para fazer com que o grande campeão volte as pistas e volte a vencer. Fabuloso Doc Hudson inspira a treinadora para fazer um ótimo trabalho.

Com tudo isso e mais alguns acontecimentos inesperados, eles vão em busca do retorno as pistas e da vitória, fazendo com que torne-se a maior aventura de suas vidas.

A grande corrida final do campeão, será a grande prova da Copa do Pistão!

Carros 3 – Informações dos Personagens

Carros 3 – Relâmpago McQueen info

Carro: Piston Cup Racer 2006

Motor: V8 com 750hp

Chassis: Estrutura tubular de alta resistência

Performace: 0-100km/h em 4 segundos.

Velocidade Máxima: 320km/h

Carros 3 – Cruz Ramirez

Carro: CRS Sports Coupe 2017

Motor: V6 Alta Performace

Chassis: Venturi aerodinâmico canalizado

Performace: 0-100km/h em 3.8 segundos.

Velocidade Máxima: 340km/h

Carros 3 – Jackson Storm

Carro: Piston Cup Racer 2017

Motor: V8 Alta Performace com 850hp

Chassis: Liga hidroformada e aço

Performace: 0-100km/h em 3.6 segundos.

Velocidade Máxima: 345km/h

Assisti Carros 3 Trailer:

Assistir Carros 3 – A partir do dia 13 de julho de 2017, Carros 3 estará nos cinemas de todo o país. Não deixe de assistir carros 3 com toda sua família.

 

Mercedes Fórmula 1 – 2017

O renascimento da sua tradição de Fórmula 1 pela criação de uma equipe de trabalhos para o campeonato de 2010 foi também a plataforma para uma meteórica ascensão na ordem do Grande Prêmio de Fórmula 1.

A equipe tinha gerado uma enorme emoção ao garantir o retorno sensacional de Michael Schumacher, mas as manchetes começaram a seguir o rumo: três pódios chegaram na sua temporada de estréia, todos via Nico Rosberg – que depois reivindicou um grande avanço na China em 2012.

Na temporada seguinte, ele se junta com Lewis Hamilton, proporcionando algumas batalhas épicas valendo o título Mundial. A Mercedes varreu todos antes de se tornar uma das forças mais dominantes da era moderna F1

Mercedes 2017 – Fórmula 1

Nome completo da equipe Mercedes AMG Petronas F1 Team
Base Brackley, Reino Unido
Chefe da equipe Toto Wolff
Chefe Técnico James Allison
Chassis F1 W08 EQ Potência +
Unidade de energia Mercedes
Primeira entrada da equipe 1970
Campeonatos mundiais 3
Final de corrida em primeiro lugar 1 (x56)
Posições de Póli 68
Voltas mais rápidas 40